This site uses cookies to provide you with a more responsive and personalised service. By using this site you agree to our use of cookies. Please read our PRIVACY POLICY for more information on the cookies we use and how to delete or block them.
  • Dia Nacional da Conscientização sobre Mudanças Climáticas

Dia Nacional da Conscientização sobre Mudanças Climáticas

16 março 2021

Celebrado no dia 16 de março, o Dia Nacional da Conscientização sobre Mudanças Climáticas é uma data de total relevância em defesa ao meio ambiente, pois tem o intuito de conscientizar e avaliar o impacto da emissão dos gases de efeito estufa podem causar a médio e longo prazo. As atividades humanas são tidas como uma das maiores responsáveis pelo aumento acelerado das temperaturas globais e suas consequências podem ser desastrosas.

O combate às mudanças climáticas corresponde ao 13°, dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) criados pela Organização das Nações Unidas (ONU) para cumprir os acordos feitos na Agenda 2030. Seu princípio consiste em “tomar medidas urgentes para combater as mudanças climáticas e seus impactos”.

Como estão os avanços no Brasil?

Quanto à legislação, em 2009, no Brasil, foi instituída a Política Nacional sobre a Mudança do Clima (PNMC), por meio da Lei nº 12.187/2009, que mostrava o compromisso do país em reduzir as emissões de gases do efeito estufa entre 36,1% e 38,9% das emissões projetadas até 2020. Alguns instrumentos utilizados para a execução do PNMC são o Plano Nacional sobre Mudança do Clima, o Fundo Nacional sobre Mudança do Clima e a Comunicação do Brasil à Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima.

Um relatório da ONU divulgado no dia 26 de fevereiro de 2021 afirma que as metas atuais dos principais poluidores combinadas não chegam nem perto de mitigar as mudanças climáticas. Segundo o documento, as propostas atuais dos países que representam 30% das emissões de gases de efeito estufa conseguirão reduzir em apenas 1% as emissões até 2030 em relação aos níveis de 2010.Para garantir que o aquecimento global fique abaixo de 2ºC, esse percentual deveria ser de 25%, sendo 45% para a meta de 1,5ºC, segundo cálculos do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), maior autoridade científica sobre o assunto.

Atualmente, o Brasil é o 6º maior emissor do mundo, e a destruição das florestas responde pelo volume de emissões.

A equipe de sustentabilidade da BDO possui formação na área ambiental e em sustentabilidade empresarial, estando preparada para identificar e auxiliar as decisões da empresa que deseja incorporar a sustentabilidade e diminuir os impactos negativos em seu negócio.

Os sócios Mauro Ambrósio e Viviene Bauer, responsáveis pela área de Sustentabilidade, estão à disposição para mais esclarecimentos.

Entre em contato pelo e-mail: [email protected]